Siga-nos:

O aumento na conta de energia no proxímo ano

O aumento na conta de energia no proxímo ano

Todo ano a conta de energia sofre reajustes, devido as tarifas da conta de luz que são determinadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Elas só são alteradas uma vez por ano, sendo que a data de seu aumento depende da distribuidora de energia elétrica que atende a sua região. Os Reajustes Tarifários, anuais, costumam considerar a variação da inflação, as variações do preço da energia, ganhos de produtividade e a variação da qualidade de fornecimento de cada distribuidora.

Fora isso existe a bandeira tarifária corresponde a um cálculo do custo sazonal de geração de energia, ou seja, a variação de preço para gerar energia elétrica conforme a época do ano, volume de chuvas, disponibilidade hídrica, entre outras variáveis. Sendo a verde a mais barata, a amarela a intermediaria e a vermelha a mais cara.

Em 2014, segundo o site da portal solar, o valor médio da tarifa de energia no Brasil era de R$ 362,11 por MWh em residências. Porém, vem aumentando desde então, Já em 2015, tivemos um aumento no valor médio de R$ 470,02 por MWh, isso por causa da utilização exagerada dos brasileiros dos eletrodomesticos. Em 2016, o valor médio das tarifas de energia diminuiu para R$ 456,97 por MWh, devido a concientização das pessoas e a procura por soluções como a instalação e geração de energia solar.

No ano de 2017, o valor médio chegou a R$ 476,13 e em 2018, o valor médio tarifário foi de R$ 524,22 por MWh. Considerando isso, a tendência de todo ano é aumentar, e devido a pandemia, com a ordem do governo de não aumentar o valor da conta da população, as empresas de distribuição de energia, no proxímo ano, tendem a cobrar mais, fora que na maior parte do Brasil, nesse final de ano, já está entrando no periodo de bandeira vermelha, deixando a conta de energia ainda mais salgada.